Recanto do Chagoso

Prosa e Poesia

Textos


Munduri
Teoria Literária
Uma modalidade de poema
Criador: Chagoso
Data: Dez/2013

O que é:
Uma modalidade de poemas, no estilo minimalista com sete versos em redondilha menor ou redondilha maior, dividido em três estrofes (dois tercetos intercalados por um monóstico) e com o verso final igual ao terceiro.

A origem do nome:
Munduri é uma abelha da gênero "melipona", espécie "asilvae" da caatinga brasileira. Contam meus ascendentes que um irmão do meu avô paterno adoeceu certa ocasião por ter tomado todo o mel de uma colmeia de Munduri de uma única investida. O caso virou pilhéria e ele, de nome Francisco, passou a ser chamado de Chico Munduri. Por conseguinte meu avô, João, também recebeu o mesmo apelido como sobrenome. No seu caso, perdurou por toda sua vida e ainda replicou por seus descendentes. Os Munduris são portanto, os descendentes desse meu avô que, apesar de não terem o termo como sobrenome oficial, o têm como o identificador mais conhecido.  João Munduri era Vaqueiro e tinha lá suas poesias entoadas nas boiadas... A ele a principal homenagem na denominação dessa modalidade de poemas, mas também a todos os Munduris espalhados pelo mundo.

Estrutura:

Título
[Linha em branco]
Terceto
[Linha em branco]
Monóstico
[Linha em branco]
Terceto

Métrica:
Todos os versos com 5 sílabas poéticas (redondilha menor) ou
Todos os versos com 7 sílabas poéticas (redondilha maior)
(a contagem das sílabas segue a poética portuguesa.)

Ritmo:
Não exigido mas muito bem aceito (como em qualquer poema)
Sugestão: anapesto+Iambo+Iambo (- - —, - — e - —)


Rima:
Sugerida, mas não exigida
Sugestão: abA b abA, abA x abA, abC X abC.
Esquema obrigatorio para rima livre: xxA x xxA

Mote:
Livre mas deve ser único:

Sugestão de desenvolvimento:

Verso I - Introdução
Verso II - Desenvolvimento/Argumentação
Verso III - Conclusão

Verso IV - Contra-senso/ponderação/dedução

Verso V - Introdução da Reflexão/Réplica.
Verso VI - Argumentação da Reflexão/Réplica
Verso VII -Conclusão da Reflexão/Réplica

Pontuação e capitalização:
Normal, seguindo a praxe do Português: Ponto Parágrafo, final, exclamação, interrogação, ponto e vírgula, etc, etc... Bem como Letras maiúsculas no início da cada frase.

Particularidades:

Repetição de verso:
O último verso, o VII, deve ser a repetição do III.
Ao ser declamado ou cantado:
O Verso III deve ser mais enfático que os dois anteriores.
O Verso IV deve transparecer susto, surpresa ou descobrimento.
A última estrofe deve ser intensa, mas lenta, com desfecho enfático no último verso, que deverá ser bem mais convincente que seu idêntico III. Inclusive, desde que a grafia seja idêntica, pode haver conotações diferentes entre esses dois versos(III e VII)

Estrambótico:
Os poemas que seguindo as regras do Munduri deixem de satisfazer uma (e apenas uma) delas serão considerados Munduris Estrabóticos

Contibuições:
Esta modalidade já está bem definido, mas sugestões que visem melhorias (não mudanças estruturais) serão consideradas. Na condição de leigo, aceito também contribuições científicas.

Exemplos: (Chico Chagoso - Recanto das Letras)
Sobre os abismos
Ayrton Senna
Madeirão
Voyeur
Brisa
Os 20 - Apócrifo
Porto Velho 40 Graus

Muduris Por Outros Poetas
Esther Lessa:

O Periquito de Gabino e ARRASTA A FRANCISCA
Gecilda Marina:
Munduri e Divino Munduri (co-autoria)
Gesson A. Magalhães:
Ao Poeta Chagoso e Muduri de Posse
Nélida Nunes Cardoso:
Quadilogia Tributo ao Pantanal
Neide Pantoja:
Quino (co-autoria), Pinta-Cuias, Porto Velho, Um Pedido, Bem-te-vi e Amigo.
Sandra Laurita
Vento de Aruanda.




Obras Sobre Munduri:
Mundurice - Uma Antologia Munduri
2017, Chico Chagoso, Amazon.com

Ebook - Impresso - No RL

Muduri - Um Estilo de Poemas, Ebook RL, 2016

Mundurice - Uma Antologia Munduri 2ª Edição




Citações:
O criador sugere que todos os poemas da modalidade Munduri sejam identificados como tais. Sugestão é que logo abaixo do título apareça o termo "Munduri" (Podendo ser em fonte menor e cor amenizada) e após o poema uma pequena referência ao estilo como no exemplo abaixo:

Exemplo: Início
Mão Boba
Chico Chagoso                                                   Munduri

Cinema com a namorada
Sempre tinha uma mão boba...
De boba não tinha nada.

Uma obra inacabada.

A menina aproveitava...
Aquela cara de boba
De boba não tinha nada.


 
Munduri: Modalidade criada por Chagoso 2013. Regras: Teoria Literária ou Site do Escritor.

Exemplo: Fim
 
Chico Chagoso
Enviado por Chico Chagoso em 29/05/2014
Alterado em 14/10/2021


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras