Recanto do Chagoso
Prosa e Poesia
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos

Sobre o Pantum

Teoria Literária

 

"Aplausos a vc, a equipe e chagoso. que unidos em amizade vêm difundido poesia nativa (pantum);

cultura prá quem quiser praticar e poetar e de graça!...Louvável iniciativa!...abçs"

Facuri há 11 anos, comentando Pantunice Febril, na página de Márcia Kaline

foto

     Pantum é uma modalidade de poemas de origem malaia que representa a expressão oral mais difundida nas regiões marítimas do Sudeste Asiático.  A grande maioria das composições em Pantum expressam o amor inspirado pelo casal, pela família, pela comunidade ou pela natureza. O poema pantum impregna-se de  valores religiosos e culturais enfatizando a humildade, a gentileza, o respeito e a satisfação.   Existente há mais de 500 anos, se propagou de forma oral por gerações a fio. Foi levado para a Europa por niguem menos que Victor Hugo. Hoje é considerado pela UNESCO, como um patrimônio cultural imaterial da Indonésia e da Malásia.

          

Estrutura:

Título

[Linha em branco]

1ª Quadra

[Linha em branco]

2ª Quadra

[Linha em branco]

...

[Linha e branco]

Última Quadra

 

 

Métrica:

O número de sílabas é livre, mas tratando-se de quadras,  Redondilha Maior,  é muito bem aceita

 

Ritmo:

Não exigido , mas para a métrica Redondilha Maior, os esquemas abaixo caem muito bem

anapesto + peônio de 4ª (- - — e - - - —)²,

peônio de 4ª + anapesto (- - - — e - - —) ou

ambos intercalados.

 

Rima:

Alguns poetas defendem-na brigatória, outros, não.  No entanto, a exeigência de repetição de versos, acaba trazendo uma rima espontânea, no mínimo. O esquema¹ abaixo é um exemplo muito seguido:

A Ba B2  - BCBC2 -  CDCD2....   X1 a XA

 

         

Particularidade:

      Repetiçao de versos:c

          A partir da segunda estrofe, o primeiro e o terceiro versos são na verdade a  repetição do segundo e quarto da estrofe anterior, respectivamente.

          O último verso do poema é a repetição do primeiro.

 

Exemplo:

 

 

Pantunice Febril

 

Ave de arribação, és! Pantum!            <---------,   
Foges d'amor ó pássaro ligeiro!          <-------- ---,
Solta o teu canto num dia comum       <---------'     |
Encanta-me com o teu jeito brejeiro  <-------------'

 

Foges d'amor ó pássaro ligeiro!        
Querendo ocultar de mim tua face   
Encanta-me com o teu jeito brejeiro 
Alternadas rimas eu encontrasse

     

Querendo ocultar de mim tua face   
O gesto leviano talvez, mas sensato 
Alternadas rimas eu encontrasse      
Para montar em fim o seu retrato     
                                                              
O gesto leviano talvez, mas sensato 
Ao ver-te meu coração faz tum-tum 
Para montar em fim o seu retrato     
Ave de arribação, és! Pantum!         

Por Tania Meneses,  Marcia KalineInácia Luziamaeli nery e Chico Chagoso, em 2011

 

Outros Exemplos:

 

Marcia Kaline:

Isolamento social 

 

Neide Pantoja:

Seguir Sempre

 

Chico Chagoso:

Pantunice Bucólica , 

Um tal de Zé Sabino

Varios outros (ver pantum)

 

Neide Pantoja,  JCMarini e Chico Chagoso:

Cotidiano,

Conquista sem pressa,

Compreender,

Chagas de Cristo  e

Chuvas daqui.

 

 


¹Esquema:

Por este esquema, a repetição das letras, sem considerar se são maiúsculas ou minúsculas, representam rimas semelhantes, já as maiúsculas, diferenciadas pelos ídices que porfentura tenham, correspodem a repetição do verso. 

 

Referências:

Como Escrever Pantum de Ângela Bretas

Outros links sobre Pantum

 

Chico Chagoso
Enviado por Chico Chagoso em 29/11/2022
Alterado em 06/12/2022
Comentários
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links